A Interculturalidade nas opiniões de professores de uma escola indígena de Roraima

Raimundo Nonato Ferreira do Nascimento, Marion Teodósio de Quadros

Resumo


Os debates sobre interculturalidade e educação intercultural, tem sido uma constante nos últimos 20 anos aqui no Brasil. Dentro dos debates sobre educação intercultural destaca-se a educação escolar indígena. Neste artigo, nosso intuito é refletir acerca das opiniões que professores indígenas e não indígenas de uma escola indígena, possuem sobre a interculturalidade a educação intercultural. Para tanto, nos utilizamos de um material recolhido durante o trabalho de campo antropológico realizado nos anos 2011 e 2013 em uma comunidade indígena no estado de Roraima. Os resultados apontam que há uma polifonia relacionada a interculturalidade, bem como a ausência de formação específica e de convivência na comunidade por parte professores não indígenas que atuam nessa escola, como fatores importantes para a ausência de uma educação intercultural.  Por outro lado, o professor indígena considera a interculturalidade como ferramenta importante de respeito entre os mundos indígena e o não indígena, e reconhecimento do mundo indígena.

Palavras-chave


Interculturalidade; educação intercultural; escola indígena; professores

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/rer.v3i01.11623

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Raimundo Nonato Ferreira do Nascimento, Marion Teodósio de Quadros