ESPAÇOS PÚBLICOS E QUALIDADE DE VIDA NAS CIDADES: UMA ANÁLISE DO PLANO DIRETOR DE ORDENAMENTO TERRITORIAL DE TERESINA (PDOT)

laudenides pontes dos santos, Sammya Vanessa Vieira Chaves, Valdira de Caldas Brito Vieira

Resumo


A necessidade de espaços públicos de lazer em áreas urbanas torna-se cada vez mais evidente, porquanto contribuem para a qualidade ambiental e social das cidades. Nessa perspectiva, são imprescindíveis para a qualidade do meio ambiente urbano, com áreas propícias à socialização, ao lazer e à prática de atividades físicas. Isso posto, reputa-se a conveniência de que as governanças, sobretudo as municipais, ao elaborarem seus planos de ação, considerem essas questões e estabeleçam diretrizes para construção e valorização desses espaços. Assim, objetiva-se com o presente estudo discutir a importância dos espaços públicos de lazer nas cidades, estabelecendo uma correlação com a qualidade de vida dos habitantes, além de analisar como se trata a temática no Plano Diretor de Ordenamento Territorial de Teresina (PDOT), atual plano diretor da cidade.  Para tanto, adotou-se uma pesquisa bibliográfica em livros, artigos e teses que abordam o assunto, aliada à pesquisa documental em diversos planos urbanísticos da cidade. Verificou-se que o PDOT traz uma proposta de ordenamento territorial baseado no princípio Desenvolvimento Orientado ao Transporte Sustentável (DOTS), que preconiza o uso diversificado dos espaços, a eliminação de vazios urbanos e a melhoria dos espaços públicos. Como diretrizes para o melhoramento desses espaços estão a construção e reestruturação destes e a melhoria da segurança pública.


Palavras-chave


Planejamento Urbano. Plano Diretor; Espaços Públicos; Lazer; Teresina-PI.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v10i3.12959

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.