ASPECTOS GEOAMBIENTAIS DAS ATIVIDADES CERÂMICAS E PROCESSAMENTO DA MANDIOCA PARA FABRICAÇÃO DE TIJOLO ECOLOGICAMENTE CORRETO

Anna Kelly Moreira da Silva, Bartira Araújo da Silva Viana

Resumo


Na Geografia, a pesquisa em dinâmica ambiental visa à compreensão das relações entre a natureza e a sociedade, as quais podem ser analisadas utilizando os elementos dos meios físico, biológico e antrópico que compõem a paisagem geográfica e suas inter-relações. Devido a isso, este trabalho teve como objetivo avaliar as inter-relações dos aspectos geoambientais de duas atividades, atividade cerâmica e processamento da mandioca, identificando os impactos socioambientais presentes na vizinhança e os fatores socioeconômicos envolvidos. Para a realização da pesquisa, foram realizados os seguintes procedimentos: diagnóstico dos impactos ambientais das duas atividades através de visitas in loco; realização de entrevistas informais. No estudo, foi avaliado o comprometimento das atividades envolvidas com as políticas de responsabilidade socioambiental e os benefícios da fabricação de um tijolo ecologicamente correto feito com o líquido da manipueira. Em relação aos resultados na atividade cerâmica, os principais impactos ambientais negativos que causam é o desperdício de água, pois para a etapa de mistura se utiliza bastante água para deixar a massa homogênea, bem como os compostos gasosos liberados durante a queima, que poluem do ar prejudicando, assim, a população local. Na atividade de processamento da mandioca, os resultados apontam para a percepção de que mais de 70% da população desconhecem as potencialidades da manipueira em termos de uma sustentabilidade econômica-social e ambiental. Quanto ao tijolo ecologicamente correto, observou-se que 1 (uma) tonelada de mandioca gera 300 l/t de líquido, que pode-se fabricar em média 3.000 tijolos e construir uma casa de 27 m², fazendo com que se economizem importantes recursos naturais, diminuindo os impactos ambientais negativos. Conclui-se que a fabricação de tijolo utilizando manipueira em substituição à água, cimento e biomassa vegetal parece ser uma alternativa sustentável para dar uma destinação ambientalmente correta ao efluente dessas duas atividades e minimizar a exploração de recursos naturais.

 


Palavras-chave


Geoambiente. Reaproveitamento. Responsabilidade Socioambiental.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v10i3.12930

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.