Comportamento reprodutivo e materno de araras Canindé (Ara ararauna Linnaeus, 1758) mantidas em cativeiro para conservação

Ana Cláudia Locatelli, Suzana Costa Wrublack, Leandro Francisco Basile, Alexandre Farias Nascimento, Gilcele de Campos Martin Berber, Rodolfo Cassimiro de Araujo Berber

Resumo


A preservação de animais silvestres tem sido reportada por vários grupos de pesquisadores e organizações não governamentais no mundo. Dentro deste contexto, algumas espécies de araras são foco de trafico ilegal e comercio internacional que resultam em muitos animais mortos durante o transporte e diminuição expressiva da população de aves. É importante enfatizar que programas de conservação ex situ de animais silvestres, bem como educar garantindo a preservação da biodiversidade precisam ser incentivados. Assim, o objetivo desse trabalho foi revisar e descrever o comportamento reprodutivo e materno de araras Canindé relatando os procedimentos realizados no cativeiro conservacionista localizado nas Faculdades Assis Gurgacz, Paraná, Brasil. As observações e os dados foram registrados através de gravações de vídeos. Os resultados e condições mostrados neste trabalho podem indicar métodos que promovem boas condições para o sucesso na postura, eclosão e desenvolvimento do filhote até o seu desenvolvimento para essa espécie em cativeiro

Palavras-chave


Conservação, araras, reprodução

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .